Mídia programática – O que é e como utilizar.

Mídia Programática, você já ouviu falar sobre? Como o próprio nome sugere, a Mídia Programática é a ação de comprar automaticamente espaços de mídia. Para se ter ideia da importância da Mídia programática, nos Estados Unidos, os grandes anunciantes já aderiram a este processo de compra de mídia. Segundo o relatório “2020 International Report on Programmatic In-Housing”, elaborado pelo IAB dos EUA em parceria com a Accenture Interactive, 68% das compras globais de anúncios no digital foram realizadas de forma programática, 3% a mais do que o número de 2019.

Para quem nunca ouviu sobre o tema, provavelmente deve parecer um tanto estranho, não é mesmo? Porém, atualmente existem ferramentas que permitem essa ação e ainda o fazem com inteligência, evitando falhas e fazendo com que o dinheiro investido seja utilizado da melhor maneira.

Tendências em Mídia Programática

Segundo o Google a compra mídia programática chegou próximo de US$ 455 bilhões em gastos em 2021, com os anunciantes buscando cada vez mais os melhores resultados. Portanto, a tendência é que as plataformas já existentes no Brasil se consolidem e também surjam novas plataformas no mercado nacional. Utilizando do recurso do RTB (Real Time Bidding), que funciona como um leilão de espaços para publicidade na internet aonde os anunciantes escolhem quanto e onde anunciar e os publishers (donos de sites) escolhem o quanto cobrar, tudo é negociado através das Ad Exchanges, que funcionam como uma espécie de bolsa de valores.

Dessa forma, as plataformas permitem a compra e venda de mídia sem o contato direto entre compradores e anunciantes.

Por que é tão importante e revolucionária a compra por mídia programática?

A Mídia Programática é tão importante e revolucionaria, pois, permite que a compra de anúncios seja feita de forma automática e eficaz, economizando tempo e diminuindo falhas que podem ser ocasionadas quando se envolve o trabalho humano. Além disso, ela permite que você atinja o público certo, no momento certo e economize dinheiro, afinal, não é mais preciso comprar um pacote de x impressões que você nem sabe se irá atingir o público do qual realmente se interessa pelo seu produto/serviço.

Conheça algumas vantagens da mídia programática:

  • Os anunciantes decidem por quanto estão dispostos a pagar pelas impressões;
  • As campanhas atingem os consumidores em potencial mediante critérios definidos como Gênero, idade, perfil de navegação entre outros;
  • Com a mídia programática agora é possível a compra e venda de espaços publicitários mais baratos e de forma eficiente através das DSPs (Plataformas de compra e venda de anúncios).

Obviamente a Mídia Programática não exclui totalmente a participação do homem, porém, exige que os profissionais de marketing digital e agências do segmento se adaptem e aprendam a trabalhar com essa nova tendência de mercado, atingindo assim os melhores resultados para os seus clientes.

Ficou com dúvidas? Quer entender melhor sobre mídia programática? Deixe seu comentário abaixo para receber ajuda!